24 de março de 2010

Festival Sul-Americano da Cultura Árabe acontece em São Paulo

Em 2010, o Brasil celebra 130 anos do início da imigração árabe. Atualmente, mais de 12 milhões de árabes e descendentes vivem no país e contribuem cultural, econômica e politicamente para as sociedades locais; apenas em São Paulo, são ao menos 2,5 milhões de pessoas. Em outros países da América do Sul, a presença árabe também é expressiva. O Festival Sul-Americano da Cultura Árabe tem como objetivo refletir
sobre as manifestações culturais árabes e as contribuições dos imigrantes. A intenção é fortalecer o vínculo entre a América do Sul e os Países Árabes com base no respeito à diversidade cultural e nos laços históricos e culturais, além de incentivar a cultura da paz por meio da aproximação dos povos. 
A programação do Festival inclui cinema, literatura, teatro, música, dança, artes plásticas, contação de histórias, cordel, repente, arqueologia, fotografia, moda, gastronomia e intervenções artísticas.
No dia 25 de março, instituído como o Dia Nacional da Comunidade Árabe por lei federal, a cidade de São Paulo ganhará um novo espaço de cultura e pesquisa. Localizado na Rua Baronesa de Itú, 639, o Centro de Cultura e Pesquisa Árabe-Sul-Americano: Espaço BibliASPA possui bibliotecas com acervo bibliográfico e multimídia, centro de documentação, salas de pesquisa, editora, sala de restauro, museu e salas de exposição e cursos.
No festival, o Espaço BibliASPA abrigará apresentações, palestras, debates, exposições, lançamentos de livros e mostras de cinema e teatro.
A data do festival não foi escolhida por acaso. Criada em 1859, a Rua 25 de março logo congregou sírios, libaneses, palestinos, iraquianos, egípcios e jordanianos, entre outros. Povos de língua árabe que aqui aprenderam o português e, em ambas as línguas, expressaram seu afeto
pela pátria de origem e pela de adoção: o Brasil.
Mais informações no site: http://www.bibliaspa.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário