30 de abril de 2010

Debate sobre o 1° de Maio na UNIFESP campus Guarulhos

Sexta feira dia 30 de abril às 18:00hs, palestra com coordenador nacional da Liga Operaria: Gerson Lima, que será sobre o resgate do 1° de maio classista, e os caminhos para o Sindicalismo classista e independente.Local: Centro Acadêmico da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) Pimentas - Guarulhos

Projeto Discutindo Nosso Tempo - Escola, Espaço e Representação

28 de abril de 2010

Virada Cultural de São Paulo - Programação

Banda Magma (Clássicos do Rock), Orquestra Jovem Tom Jobim, Mônica Salmaso e Pau Brasil, Zélia Duncan, Living Colour (Eua), Los Sebozos Postizos, Palavra Cantada, Toquinho, ABBA (Suécia -Inglaterra), Paulo Vanzolini, Jair Rodrigues, Arlindo Cruz, Hermeto Pascoal, Booker T (Eua), Jazz Sinfônica, Balé da Cidade de São Paulo, Sidney Magal, Wanderléa, Luis Caldas, Brothers of Brazil, Krisium, Pitty, CPM 22 (Só Ramones), Arnaldo Antunes, Raimundos, Patrulha do Espaço, Orquestra Brasileira de Música Jamaicana, Titãs, Cidade Negra, Tribo de Jah, Planta e Raiz, Mano Bantu, Mallu Magalhães, Aeromoças e Tenistas Russas, Quar de Mata (Marchinhas), Renato Tupã, Parada dos Monstros, Mesas de Rpg e Jogos de Tabuleiro, Apresentação de Jornada Nas Estrelas, Desfile Star Wars, Batalha de Sabres de Luz: Equipe Blades, Banda Agente Smith, Dj Roger Arruda, Futebol – Acrobático Fratelli, Formigas Gigantes – Sarruga(Espanha), Fogo na Babilônia – Ponte pra Lua, Os Autoólicos Anônimos – Cia Conceição, Rita Cadillac – Vieira de Carvalho, Cinema, Ópera, Dança de rua, Exposições, Festivais de Dança (Árabe, Judaica, Brasileira),Danças Foclóricas – Diversos Grupos, Culinária, Pastéis, Festival de Cultura japonesa, Oficinas de grafitti e mais milhares de atrações!

DIAS 15 e 16 de Maio de 2010

Veja a programação completa clicando aqui !

1º de maio - Viva a memória dos mártires de Chicago

27 de abril de 2010

Bob Marley - War (Guerra)

Tradução da música War, do grande Bob Marley



Até que a filosofia que sustenta uma raça
Superior e outra inferior,
Seja finalmente e permanentemente desacreditada e abandonada
Havera guerra, eu digo guerra.

Até que não existam cidadãos de 1º
E 2º classe de qualquer nação
Até que a cor da pele de um homem
Seja menos significante do que a cor dos seus olhos
Haverá guerra

Até que todos os direitos basicos sejam igualmente
Garantidos para todos, sem discriminação de raça,
Guerra

Até esse dia
O sonho de paz duradoura, da cidadania mundial e
As regras da moralidade internacional,
Permanecerão como ilusões fugares
Para serem perseguidas, mas nunca alcançadas
Agora haverá guerra, guerra.

Até que os regimes ignóbeis e infelizes,
Que aprisionam nossos irmãos em Angola, em Mozambique,
África do sul em condições subumanas,
Sejam derrubados e inteiramente destruído havera
Guerra, eu disse guerra.

Guerra no leste, guerra no oeste,
Guerra no norte, guerra no sul,
Guerra, guerra, rumores de guerra.

Até esse dia, o continente africano
Não conhecera a paz, nós africanos lutaremos
Se necessário e sabemos que vamos vencer,
Porque estamos confiantes na vitória

Do bem sobre o mal,

23 de abril de 2010

Polícia Militar Paulista: Desrespeito, Violência, Tortura e Morte

   A violenta polícia da época da ditadura militar...

   Quantas vezes já não ouvi isso, infelizmente a multidão que afirma isso não abre os olhos para uma realidade terrível, monstruosa e assustadora, em valores absolutos e relativos a polícia em São Paulo é tão violenta e mata como náquela obscura época, claro não podemos esquecer que naqueles tempos de governança dos porcos, a perseguição era política, você não podia discordar do governo, não podia organizar-se seja no local de trabalho, estudo ou moradia, tudo e qualquer coisa era motivo para fichamentos, prisões, perseguições, torturas terríveis e estupros covardes que só a mais vil calhordice pode impretar.
   Àquela época as perseguições ficaram marcadas pelo caráter político das prisões e torturas do DOE-COD e DOPS, hoje o processo é também terrível, hoje qualquer um, em especial se na consideração "deles", você der o azar de enquadra-se em um ou mais destes adjetivos: Pobre, Negro, Nordestino, Maconheiro, Arruaceiro, Bêbado, Puta, Torcedor de Futebol, Nóia etc.
    Se você cair nas mãos destes, você estará totalmente a merce das decisões que eles considerarem adequadas, eles são os policiais, acusadores, julgadores, executores e algumas vezes coveiros
    A certeza absoluta da impunidade destes criminosos sustentados financeiramente pelo estado assim como traficantes que também são sustentados pela sociedade que aceita a criminalização das drogas, gera a guerra urbana que estamos submetidos, sem direito à questionar nada, a não ser dentro da ordem que "eles" dominam"! Isso é para denunciá-los eu preciso falar com eles!
    Se os torturadores, os assassinos são muitos, poucos, maioria ou minoria isso eu não tenho elementos para provar qualquer afirmação, que eu e amigos (e amigas) já sofremos perseguições, torturas, físicas e psicológicas, pelos motivos mais estúpidos, quando existiu algum, isso eu posso afirmar!
     Qualquer olhada torta para alguém de farda é motivo para espancamento, e isso é tratado como algo absolutamente natural e necessário. Isso é Inaceitável! Pelo menos para mim não é algo para se assistir calado e submisso, o desacato de autoridade não pode justificar que a polícia, ou mesmo parte dela, desacate a sociedade cometendo aqueles crimes hediondos que são um dos fatores preponderantes para afirmarmos que estamos vivendo em um estado de exceção, meio caminho para uma tirania total!

Leia algumas notícias relacionadas abaixo:

Grupo é suspeito de prisões ilegais e tortura no interior de SP
Para MP, guardas e policiais integram 'Gangue do Topete', Crimes contra população são em canaviais de Potirendaba, a 443 km de SP.
      O Ministério Público de São Paulo apura denúncias de abusos de autoridade, ameaças de morte, agressões, torturas, toque de recolher, rachas com carros oficiais, forjamento de drogas, prisões ilegais e invasões a domicílios sem mandados judiciais em Potirendaba, a 443 km da capital paulista. Os crimes, segundo as denúncias, foram praticados por uma milícia armada apelidada de “Gangue do Topete”, formada por guardas municipais, policiais civis e militares que trabalham na cidade de 15 mil habitantes.
     Recentemente, a prefeitura comprou dos Estados Unidos 11 pistolas de choque não letais para serem usadas pela Guarda Municipal, o que assustou ainda mais as vítimas da gangue. De acordo com a Coordenadoria de Segurança do município, a arma “age diretamente sobre o sistema nervoso central, paralisando a pessoa por alguns segundos até que o guarda consiga imobilizá-la”.
Entre os alvos dos “topetudos” estão moradores, trabalhadores rurais que vivem do cultivo e coleta da cana-de-açúcar, milho e café, além de pessoas suspeitas por tráfico de drogas ou que já tiveram passagens pela polícia. Todos temem que o aparelho, entregue oficialmente no dia 21 de março, seja usado de modo indiscriminado pelos guardas. Dos 16 homens treinados para utilizar a pistola, três são investigados por suspeita de tortura.
    No dia 3 de março, o promotor Rodrigo Vendramine já havia pedido a instauração de inquérito policial na Delegacia Seccional da região de São José do Rio Preto para investigar irregularidades cometidas por agentes da força de segurança em Potirendaba. O procedimento foi aberto a partir de dez denúncias feitas à Ouvidoria das polícias e ao G1.
     As corregedorias das polícias Militar e Civil também apuram o caso, mas no âmbito administrativo, porque os 13 suspeitos são funcionários públicos. A prefeitura informou que vai apurar as denúncias contra a Guarda Municipal. O comando da Polícia Militar em Potirendaba negou as acusações. O delegado da cidade e o responsável pela guarda não foram localizados para comentar o assunto.

Leia o original no site G1

     PM prende, tortura e assassina ttabalhador em São Paulo
      Nove policiais militares foram detidos e levados a prestar depoimento à Corregedoria e à polícia civil sobre a morte de eduardo luiz pinheiro dos santos, de 30 anos . O rapaz, um motoboy, teria sido detido no último dia 9, durante uma discussão na rua por causa do desaparecimento de uma bicicleta. No momento do bate-boca, uma viatura da PM passou pelo local e levou Eduardo e mais três pessoas. Porém, no lugar de levá-los ao 13º Distrito Policial (Casa Verde), que fica na mesma rua da ocorrência, eles foram levados para o quartel da PM, que fica anexo.
     No 13º DP não já qualquer boletim de ocorrência. Os outros rapazes presos dizem que todos foram levados, mas Eduardo, que estava mais exaltado e teria desacatado os PMs, foi separado dos demais e começou a apanhar.
- Só o Eduardo (foi algemado). Ele acabou falando meio alto, acabou desacatando a autoridade. Na hora da abordagem os PMs falaram: 'chegando lá (na delegacia) vocês vão falar com o próprio delegado, mas não tinha delegado nenhum - diz o rapaz.
- Levaram para o fundo e ali mesmo deram uns chutes nele, umas bicas e tal - diz a testemunha, que afirma ter presenciado a agressão.
- Ele gritava pela mãe dele, que estava doendo, que não precisava fazer isso. Ele apanhou muito, eu não queria estar na pele dele.
     Por volta de 0h12m de sábado, a 3 km do quartel, policiais militares do mesmo batalhão registram o encontro de um homem negro, jogado na calçada. Segundo os policiais, ele não tinha documentos. Eduardo foi levado a um pronto-socorro, onde chegou morto e sem identificação. O corpo estava com hematomas na região do crânio, equimoses - ou manchas de sangue internas - nas costas e nas pernas, sangramento nasal e ferimento no joelho esquerdo. O médico indicou trauma no crânio ou hemorragia como possível causa da morte.
     A família de Eduardo passou a procurar por ele. Soube da prisão e foi até a polícia na segunda-feira.
- Disseram que não tinha nenhum registro, nada que provasse que ele tivesse estado lá. Nem na delegacia, nem na companhia da PM - diz a mãe de Eduardo.
     O corpo de Eduardo foi achado na terça, no Instituto Médico Legal (IML).
     A delegada Elisabete Sato afirmou que foi pedida a escala dos 14 policiais em plantão naquele dia, as fotos de todos e a relação das viaturas.
     O major Reinaldo Sychan, da Corregedoria da PM, diz que as versões dos PMs serão checadas com os registros de ocorrências do dia.
- A postura institucional nossa é bem firme. Apurar com serenidade e responsabilidade para que a sociedade tenha resposta à altura - disse o major.
Leia o original do site do Jornal O Globo

Polícia agride sem teto durante ocupação em Mauá (SP)
      Manifestantes sofreram forte repressão policial em ocupação do prédio da prefeitura em Mauá (SP). Cerca de 30 pessoas estão feridas e um sem teto foi ferido à bala
Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) ocuparam na manhã desta quinta-feira (19) o prédio da prefeitura de Mauá, região metropolitana de São Paulo. Durante a ação, houve forte repressão por parte da Polícia Militar e da Guarda Civil Metropolitana(GCM), que resultou em cerca de 30 feridos. Entre eles, um sem teto sofreu ferimento por arma de fogo.

     De acordo com Zezito Alves da Silva, da coordenação do MTST, a ação policial foi truculenta, com o uso de bomba de gás lacrimogênio e balas de borracha. Além disso, o coordenador do movimento afirma que o tiro que feriu um dos manifestantes nas costas, pode ter sido disparado pela PM ou pela GCM.
 Participam da ação cerca de 200 famílias pertencentes ao acampamento Terra e Liberdade que, desde o início do ano passado, reivindicam da direção do município ações efetivas em questão de moradia.

Leia o original no site do Jornal Brasil de Fato


Saiba mais sobre este tema lendo:

http://www.ovp-sp.org/

Blog Visão Panorâmica
A “PULIÇA”, A “OTORIDADE” E O DESPREPARO.
---------------------------------------------------------------
Hoje as pessoas vão morrer

Hoje as pessoas vão matar
O espírito fatal
E a psicose da morte estão no ar
Banda Pato Fú - Rotomusic de Liquidificapum
-----------------------------------------------------------------

Tomara que não tenha coxinha no inferno, quero vê gente chorando de vontade...
MC ZZ

22 de abril de 2010

PSOL exige apuração das denúncias contra o prefeito Almeida

PSOL de Guarulhos exige investigação pra valer sobre as irregularidades envolvendo a prefeitura



     Mais uma vez a população de Guarulhos assiste a noticias de um escândalo de corrupção, que é a marca do projeto neoliberal no Brasil. Desta vez as suspeitas recaem sobre o prefeito e o vice-prefeito, ambos do Partido dos Trabalhadores. Frente à gravidade das denúncias o PSOL exige que haja uma investigação publica e transparente para que sejam esclarecidos os fatos e punidos os responsáveis.

     As denúncias apresentadas revelam um problema recorrente nas administrações municipais e que foi adotado também pelas prefeituras petistas, a terceirização dos serviços públicos, com destaque para a área de saúde, com o uso de entidades não governamentais para a contratação de funcionários que deveriam prestar serviço diretamente ao poder público, sem intermediários.

     O modelo de terceirização da saúde e demais setores públicos é o mesmo adotado pelo governo tucano no Estado de São Paulo tendo para isso o apoio do PPS. Este modelo permite que haja desvios de dinheiro público que passa a ser administrado por entidades e não diretamente pelo governo, além de sucatear ainda mais o serviço.

     O PSOL defende que, sempre quando a administração pública é posta em questão por denúncias como as de hoje vem a público, haja a mais completa investigação. Essa é a posição que temos defendido na Assembléia Legislativa e na Câmara Federal. Infelizmente na Assembléia Legislativa, o PPS tem atuado para barrar as investigações sobre os continuados casos de corrupção que atingem o governo tucano, como no abafa às investigações do buraco do Metrô.

     Para o PSOL é fundamental que haja investigação e punição dos responsáveis, como também a reversão desta política de terceirizações que além de prejudicar o atendimento público e favorecer a iniciativa privada, ainda abre caminho para desvio de dinheiro público.

Estomago - Filme na Noitada Cultural

A Noitada Cultural deste mês exibirá o filme: ESTÔMAGO

Na vida há os que devoram e os que são devorados. Raimundo Nonato, nosso protagonista, descobre um caminho à parte: ele cozinha. E é nas cozinhas de um boteco, de um restaurante italiano e de uma prisão - o que ele fez para acabar ali? - que Nonato vive sua intrigante história. E também aprende as regras da sociedade dos que devoram ou são devorados. Regras que ele usa a seu favor, porque mesmo os cozinheiros têm direito a comer sua parte - e eles sabem, mais do que ninguém, qual é a parte melhor. Uma fábula nada infantil sobre o poder, o sexo e a culinária. Um filme de Marcos Jorge.
Sábado 24/4/10 às 20h
Entrada Franca!
No QUINTAL SINPRO-BRANCALEONE
Rua Maria Lucinda, 53 - Vila Zanardi
(primeira travessa à esquerda da antiga Rua do Cano - atual Rua Fornassari)
Guarulhos - São Paulo
Venha mesmo com chuva! Nosso Quintal é coberto...

Acesse:

Lançamento do Livro "Dicionário de Politiquês" no Rio

    O lançamento do Dicionário de Politiquês será no dia 28 de abril, no Rio de Janeiro. O manual foi escrito pelo coordenador do Núcleo Piratininga de Comunicação, Vito Giannotti, em parceria com o sociólogo Sérgio Domingues. A publicação conta com 3500 verbetes. A idéia é facilitar a compreensão do leitor comum, ou seja, 71% da população que não passou mais do que oito anos nos bancos escolares.
   Vito Giannotti explica que é um manual prático de linguagem para ser usado todos os dias por quem deseja se comunicar com muitas pessoas. O escritor afirma que os jornais sindicais e alternativos devem apresentar sua visão de mundo e valores de forma que alcance o entendimento de toda a classe trabalhadora. Ele conclui que o importante é a política e vê a linguagem como uma condição fundamental para que as pessoas entendam a mensagem.
   Sérgio Domingues ainda explica que o livro tem objetivo pedagógico, contribuindo para a mobilização dos trabalhadores.
   Quem espera uma tradicional noite de autógrafos vai levar um susto!
   A apresentação do livro será feita pelo filósofo Gaudêncio Frigotto, pela editora do jornal comunitário "O Cidadão", Gizele Martins, pelo rapper Gas-PA e pelo presidente da Apafunk, Mc Leonardo. E, é claro, pelos dois autores. Isso tudo de forma bem brasileira. Com caipirinhas, amendoins e caldinho de feijão.
     O lançamento terá início as 7 horas da noite no Sindicato dos Metroviários, que fica na Av. Rio Branco, 277/4º andar - Rio de Janeiro

19 de abril de 2010

Comissão inciará investigações sobre corrupção na prefeitura de Guarulhos

É de assustar a reação de parte da militância petista ante às denúncias contra o Prefeito Sebastião Almeida, em um grupo de troca de e-mails do antigo Centro Acadêmico de História da FaG (Figuinha-Centro), onde eu, diversos membros do governo e da oposição estudaram, travou-se uma breve batalha onde o desespero petista era evidente, que o PPS não é confiável, não é segredo para ninguém, mas a linha que o pessoal governista tentou traçar para a defesa do prefeito foi no mínimo hilária, grosso modo, o que disseram, foi "rouba mas faz", um dos textos dizia que antes não havia escolas, agora a luta é pela escola de qualidade, como se isso eximisse de culpa qualquer um por corrupção eleitoral! Se a oposição de direita apresentou denúncias infundadas, eles não deveriam temer nada, se o desespero é tanto, alguma coisa há! o que sinceramente me desespera é a lista de veradores que irão "investigar" a corrupção, isso sim é desesperador!!!
  
Leia notícia publicada pelo Guarulhos Agora:

Presidente, vice e relator da Comissão Processante serão eleitos na segunda-feira
Será nessa segunda-feira, 19, às 10h, na sala de reuniões da Câmara, o primeiro encontro de trabalho da Comissão Processante que vai analisar os documentos apresentados pelo presidente do PPS, Adalmir Abreu, pedindo o impeachement do prefeito Sebastião Almeida (PT) e de seu vice Carlos Derman. Com a indicação dos vereadores do PSDB, Geraldo Celestino e Eduardo Kamei, completou-se o grupo de 17 vereadores necessários para o funcionamento da Comissão.
A data, o horário e o local foram determinados pelo presidente da Câmara, vereador Alan Neto (PSC), para que os vereadores membros escolham o presidente, vice-presidente e relator. Depois de cumprida essa etapa, a Comissão terá dez dias corridos para elaborar um parecer sobre a denúncia apresentada. Posteriormente, o parecer será votado em plenário, em sessão específica, convocada especialmente para essa finalidade.
   A Comissão Especial é composta pelos vereadores: Eduardo Carneiro (PSL), Helena Sena (PSC), Americano (PHS), Índio (DEM), Guti (PMDB), Silvana Mesquita e Paulo Sergio, do PV, Ricardo Rui (PPS), Novinho Brasil (PTN), Unaldo Santos (PSB), Orlando Zuquila (PR), Alencar Santana, José Luiz Ferreira Guimarães, Edmilson Souza e Ulisses Correia, do PT, Geraldo Celestino e Eduardo Kamei, ambos do PSDB.



15 de abril de 2010

Centenas de brasileiros correm risco de deportação pelo apartheid israelense

Centenas de brasileiros em risco de deportação

Acusado de “limpeza étnica”, Israel põe em vigor decreto que afeta palestinos

Em uma medida que promete gerar ainda mais tensão no Oriente Médio, entrou em vigor ontem um novo decreto de Israel que poderá provocar a deportação de dezenas de milhares de palestinos da Cisjordânia – entre eles, centenas ou até milhares de brasileiros.

As normas ampliam lei anterior, dando poderes aos comandantes militares israelenses para expulsar do território palestino ocupado ou condenar a uma pena de até sete anos de prisão o que chamam de “infiltrados”. Segundo a antiga definição, seriam pessoas originárias de “países inimigos” (Jordânia, Egito, Líbano e Síria) e que entraram ilegalmente na Cisjordânia. Agora, estão incluídas pessoas que “se encontram na região e não possuem autorização de acordo com a lei” – ou seja, um documento expedido pelas Forças Armadas de Israel.

Grupos de defesa dos direitos humanos dizem que Israel interrompeu no ano 2000 a emissão de documentos para quase todos os palestinos pertencentes a dois grupos específicos – e, consequentemente, inúmeras pessoas não conseguem regularizar suas situações.

O primeiro grupo é de habitantes da Faixa de Gaza e seus filhos que vivem há tempos na Cisjordânia e não recebem permissão de modificar seus domicílios. O segundo grupo é o de maridos ou mulheres de palestinos que entraram na Cisjordânia com vistos temporários e não conseguiram vistos permanentes.

Analistas argumentam que a definição ampla e vaga de o que são “infiltrados” poderá provocar uma “deportação em massa”.

A nova definição é tão genérica que torna qualquer pessoa na Cisjordânia um criminoso”, denunciou comunicado do Centro Palestino para os Direitos Humanos.

Dez organizações de direitos humanos israelenses assinaram uma carta ao ministro da Defesa, Ehud Barak, pedindo o cancelamento da nova medida, afirmando que ela “é ilegal e permite que se prejudique de maneira extrema e arbitrária um grande número de pessoas”. O dirigente palestino Nabil Sha’ath, por sua vez, qualificou o decreto como “a pior medida racista” adotada por Israel. O presidente da Federação Palestina do Brasil, Elayyan Aladdin, concorda:

– O que vem acontecendo há muito tempo é uma limpeza étnica. Não existe lá uma instituição que proteja o direito dos palestinos. Eles são ocupados por um exército, são tratados com muito racismo e discriminação.

Entre brasileiros na região, maior comunidade é gaúcha

Dados oficiais indicam que entre 4 e 5 mil cidadãos brasileiros morem na Cisjordânia – estima-se, porém, que o número seja muito maior, entre 15 e 20 mil pessoas, sendo que a maior comunidade é de gaúchos. Aladdin entrou em contato ontem com vários deles, mas nenhum aceitou dar entrevistas por medo de represálias. Apreensivo pelos amigos e parentes em território palestino, o empresário Nessim Samara, 58 anos, de Santa Maria, ressalta que o problema não é novo.

– Eu nasci e cresci na Palestina. Saí em 1971, quando tinha 18 anos. Agora, só posso voltar à terra onde nasci, cresci e estudei com visto. Eles carimbaram meu passaporte e me deram 30 dias para ficar lá – conta.

O porta-voz do exército de Israel afirmou que “a lei na Judeia e em Samária (nome bíblico da Cisjordânia, utilizado pelas autoridades israelenses) também possibilitava no passado a expulsão de ilegais, e que o objetivo da emenda é proporcionar um controle judicial ao procedimento de expulsão de ilegais”.

ELAYYAN ALADDIN, Presidente da Federação Palestina do Brasil

O que vem acontecendo há muito tempo é uma limpeza étnica. Os palestinos são tratados com muito racismo e discriminação.
Comunicado do Centro Palestino para os Direitos Humanos

"A nova definição de ‘infiltrados’ é tão genérica que torna qualquer pessoa na Cisjordânia um criminoso."
Jerusalém

14 de abril de 2010

Lama na Prefeitura de Guarulhos ou "O Arruda do Bom Clima"

   Um vídeo onde parte do esquema de corrupção eleitoral do PT de Guarulhos é exposta, foi exibido ontem na Câmara Municipal, não sem antes ter levado ao desespero vereadores do Partido dos Trabalhadores local, o Presidente da Câmara - Vereador Alan Neto, PSC, portanto, farinha do mesmo saco - afirmou: “Não vejo o porquê de não exibirmos o material. Eu, como presidente da Câmara, autorizo a exibição de seu conteúdo”. Pronto, os petistas presentes em uma clara demonstração de desrespeito e truculência, destruíram o aparelho de DVD pago com dinheiro da população, o material faz parte de documento protocolado no Legislativo, também na tarde de ontem, pelo presidente municipal do PPS, Adalmir Silva Abreu, pedindo a cassação e o impeachment do prefeito Sebastião Almeida, fundador da instituição (Água e Vida).
   O Executivo Municipal, comandado por Almeida há 2 anos e pelo PT a 10 é o mesmo que ordenou que a GCM (Guarda Civil Municipal) agredisse a população que protestava contra o absurdo aumento da Tarifa dos transportes públicos municipais, que aliás são de péssima qualidade com ônibus lotados, lotações alopradas, sem abrigos nos pontos de ônibus e horários incertos, este mesmo PT que durante anos agrediu de .forma absurda os servidores municipais com aumentos de 1% por ano em seus salários, é o mesmo executivo que tem milhares e milhares de funcionários comissionados, indicados com a justificativa de serem cargos de confiança, pasmem até guarda parques e monitores do Albergue estão entre estes "cargos de confiança", esta administração é a mesma que destruiu a Casa Brasil fazendo uso de um expediente comum nas administrações do PT o Assédio Moral, que atingiu funcionários da carpintaria, escolas municipais, Proguaru, SAAE, cemitério e vários outros setores; A própria GCM está em greve e outros setores do funcionalismo ameaçam aderir à paralização (a data base da categoria é 1º de maio), a população está revoltada com o descaso com o povo e isto ficou bem claro quando mais de 50 mil pessoas vaiaram de forma contundente o prefeito e a trupe que o acompanhava no bairro dos Pimentas, onde aliás, fica a UNIFESP que o PT se gaba de ter "trazido" para a cidade, hora, Guarulhos tem mais de 1 milhão de habitantes e era necessária a implantação de uma unidade de ensino superior pública, o que "eles" fizeram foi implantar um engodo, o campus da UNIFESP Guarulhos é uma vergonha, falta estrutura, a biblioteca não funciona como deveria, não há assistência estudantil suficiente e este ano os calouros não tinham sala (!), a desculpa foi que após o afastamento do reitor (por corrupção e cartões corporativos como Almeida é acusado agora) o pró-reitor alegou que seria usado um prédio da prefeitura próximo, já que as obras dos prédio próprio estava embargada por corrupção, o novo problema é que a obra também não ficou pronta, parece piada, na verdade é algo bem tragicômico é Guarulhos...

Leia o que saiu na imprensa por aí:

 TV Globo SPTV
 Rede TV Manhã Maior
 Jornal Diário de São Paulo
 Jornal Diário de Guarulhos
 Site Guarulhos Agora
 Rádio CBN
 Youtube Murdhock
 Blog do Chico Brito
 Blog do Sid Cerveja
 Blog Popular

10 de abril de 2010

Mais uma vez, o Rio de Janeiro chora

     Mais uma vez!!!!

     Novamente, uma tragédia anunciada nos assola e vitima!! São centenas de mortos em nosso Estado, em sua maioria, mortes que poderiam ser evitadas com um pequeno esforço e planejamento mínimo.
     Choramos como cidadãos a perda de vidas valorosas e desejamos que a dor dos que perderam seus entes queridos sirva para mudar os rumos da política dos podres poderes em nosso Estado e em nossa cidade.
     Todos concordamos que a densidade e o volume de chuvas, no curto espaço de tempo seria um problema para qualquer metrópole. Porém, discordamos radicalmente do Governador Sérgio Cabral e do Prefeito Eduardo Paes que tratam o problema como sendo de responsabilidade das forças da natureza tão somente.
      A ausência de um plano diretor efetivo que organize a urbanização de nossas cidades, não só pensando nas favelas e áreas de risco, mas no excesso de construções a serviço dos interesses da especulação imobiliária, a falta de preservação ambiental, das áreas verdes e dos rios tão necessários ao escoamento das águas, a falta de limpeza das galerias e bueiros e, por fim, a ausência do socorro em uma situação de caos.
     Saudamos o trabalho de vários servidores públicos no corpo de bombeiros, na defesa civil, nos hospitais, mas denunciamos a omissão do governo Estadual e da Prefeitura que não os aparelham adequadamente, que não constituem os efetivos necessários e que sequer os remuneram com dignidade.
     Não seria a hora de rever os investimentos nos “choques de ordem” produzidos para os jornais e noticiários de TV e canalizá-los para atacar efetivamente os problemas estruturais de nossa cidade e de nosso Estado. Não seria hora de o governador refletir que, mais importante do que antecipar a propaganda eleitoral buscando aparecer a todo custo ao lado de Lula, seria necessário deslocar efetivos dos bombeiros do interior para a capital, buscar o apoio federal e acionar os efetivos do Exército, Marinha e Aeronáutica.     
     Não seria hora de buscar apoio na sociedade civil organizada, solicitando o apoio dos rádios amadores, sindicatos e associações, para criar uma rede que se mobilize para o auxílio em situações de calamidade.
     Estamos desde já arrecadando na sede do PSOL donativos que possam servir de apoio aos desabrigados. É pouco, mas o fazemos em solidariedade as vítimas da falta de políticas públicas.
     Por fim saúdo em especial o presidente da Associação de Moradores do Morro do Estado de Niterói, uma das localidades mais atingidas, este companheiro membro da direção Estadual do PSOL deu um exemplo de esforço e coragem atuando diante de uma situação de tamanha dificuldade. Valeu Tão! Que sua dedicação sirva de exemplo para os que munidos de mandatos públicos pensam somente nos seus interesses privados.

Jefferson Moura
Presidente Estadual do PSOL no Rio de Janeiro

Violência policial na greve dos professores de São Paulo

Eu sou aquele careca alí atrás, neste momento eu e outros professores tentávamos impedir o espamcamento deste professor.
Covardia!

7 de abril de 2010

Marionete de Lula

Lula e sua Dilminha em inaugurações brasil afora...
Original em Revista João do Rio 



Mais de 100 mortes após temporal no Rio de Janeiro

A Nova Democracia: Mais de 100 mortes após temporal no Rio de Janeiro

     Mais de 100 mortes (105 até as 13:41 do dia 7 de abril), dezenas de desaparecidos, centenas de desabrigados, engarrafamentos, deslizamentos, suspensão dos serviços públicos, 89 pessoas resgatadas pelo Corpo de Bombeiros e várias regiões sem energia elétrica foram os resultados (até o momento) do temporal que desabou na região metropolitana do Rio de Janeiro na tarde da segunda-feira, 5 de abril e perdurou por mais de 24 horas. As graves consequências recaem pesadamente e principalmente sobre as populações mais empobrecidas. As cidades mais atingidas foram Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e a capital.     
     As rádios e canais de TV anunciam a cada momento um número maior de mortos, tornando inexato o número de pessoas atingidas fatalmente pelas chuvas.
     Na cidade do Rio vários bairros ficaram completamente submersos. Os deslizamentos de maiores proporções aconteceram no Recreio dos Bandeirantes, zona Oeste; nos morros do Borel, do Turano, da Formiga e dos Macacos, zona norte. Em São Conrado, zona Sul, uma encosta desabou e interditou os dois sentidos da Avenida Niemeyer. Na zona Norte os bairros mais atingidos foram Ramos, Penha, Manguinhos, Bonsucesso, Parada de Lucas, Praça da Bandeira e Caju, na zona Portuária.
Leia o texto completo no blog Nova Democracia
http://jornalanovademocracia.blogspot.com/2010/04/mais-de-100-mortes-apos-temporal-no-rio.html


Cidade cercada de montanhas e entre montanhas, que recebe violentamente grandes precipitações atmosféricas, o seu principal defeito a vencer era esse acidente das inundações. Infelizmente, porém, nos preocupamos muito com os aspectos externos, com as fachadas, e não com o que há de essencial nos problemas da nossa vida urbana, econômica, financeira e social.

Lima Barreto – Correio da Noite, Rio de Janeiro – 19/01/1915 (Toda Crônica, Editora Agir)

6 de abril de 2010

Transporte Público, Criminalização dos Movimentos Sociais e Violência Policial

Abaixo a repressão e a ocultação dos fatos.

Nós, do comitê de luta pelo transporte público, viemos por meio desta demonstrar-lhes o sentimento de repulsa para com as autoridades políticas desta Cidade; estas são responsáveis por orquestrar a repressão policial na noite de 28/03/2010 após o show da cantora Pitty no bairro dos Pimentas, e a frustrada tentativa de ocultar dos cidadãos guarulhenses os fatos brutais cometidos pela subserviência policial.

A festa de 130 anos de emancipação política da cidade Guarulhos foi comemorada com bombas de efeito moral, gás de pimenta, balas de borracha e um hospital lotado de “convidados” gritando de dor sob as poças de sangue nos corredores.

Atitudes como estas nos remetem a tempos passados onde a liberdade de expressão nos era negada. Lamentamos que estes representantes da população guarulhense apóiem e  repitam atitudes deploráveis de violência desmedida contra a população. O comitê repudia todo tipo de violência e não se calará diante das forças que privam os direitos garantidos pela Constituição Brasileira de 1988.

Para que se resgate a dignidade humana de todos os agredidos pelas autoridades políticas e policias, o comitê de luta pelo transporte público, exige dos responsáveis pelo evento o pedido de desculpas pelo desrespeito aos direitos humanos. Que estes pedidos sejam formalizados nos meio comunicativos de que a Cidade dispõe.

Desigualdade Social : Texto do Planeta Voluntários

"O maior assassino do mundo e a maior causa de doenças e sofrimento ao redor do golfo é… a extrema pobreza."
Desigualdade Social
21 países retrocederam em seu Índice de Desenvolvimento Humano, contra apenas 4 na década anterior. Em 54 países a renda per capita é mais baixa do que em 1990. Em 34 países a expectativa de vida ao nascer diminuiu, em 21 há mais gente passando fome e em 14 há mais crianças morrendo antes dos cinco anos;
No Brasil, 10% brasileiros mais pobres recebem 0,9% da renda do país, enquanto os 10% mais ricos ficam com 47,2%. Segundo a Unicef, 6 milhões de crianças (10% do total) estão em condições de “severa degradação das condições humanas básicas, incluindo alimentação, água limpa, condições sanitárias, saúde, habitação, educação e informação”.
A pesquisa ainda mostra que 15% das crianças brasileiras vivem sem condições sanitárias básicas. As áreas rurais do Brasil concentram a maioria das crianças carentes, com 27,5% delas vivendo em “absoluta pobreza”.
Segundo a OIT, os dados de trabalhadores domésticos infantis é espantoso: no Peru, 110 mil; no Paraguai, 40 mil; na Colômbia, 64 mil; na República Dominicana, 170 mil; apenas na Guatemala, 40 mil; no Haiti, 200 mil; e no Brasil – o campeão de trabalho doméstico na América Latina e talvez no mundo – 500 mil.
. Com 53,9 milhões de pobres, o equivalente a 31,7% da população, o Brasil aparece em penúltimo lugar em termos de distribuição de renda numa lista de 130 países. É o que mostra estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) que o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, divulga hoje em Brasília.
Das 55 milhões de crianças de 10 a 15 anos no Brasil, 40% estão desnutridas. 1,5 milhão entre 7 e 14 anos está fora da escola. A cada ano, 2,8 milhões de crianças abandonam o ensino fundamental. Das que concluem a 4ª série, 52% não sabem ler nem escrever.
Mais de 27 milhões de crianças vivem abaixo da linha da pobreza no Brasil, e fazem parte de famílias que têm renda mensal de até meio salário mínimo. Aproximadamente 33,5% de brasileiros vivem nessas condições econômicas no país, e destes, 45% são crianças que têm três vezes mais possibilidade de morrer antes dos cinco anos.
A cada 12 minutos, uma pessoa é assassinada no Brasil. Por ano, são registrados 45 mil homicídios no País. No entanto, a probabilidade de um assassino ser condenado e cumprir pena até o fim no Brasil é de apenas 1%.
O Brasil é, segundo a ONU, o país onde mais se mata com armas de fogo. Todos os anos são mortos 40 mil brasileiros;
1,9% do PIB brasileiro é consumido no tratamento de vítimas da violência;
A Aids já deixou mais de 11 milhões de órfãos na África; o devastador avanço desta doença fará com que, em 2010, pelo menos 40 milhões de menores em todo o continente tenham perdido pelo menos um de seus pais, segundo a UNICEF. A cada minuto, uma criança morre de AIDS.
Mais de 1,1 bilhão de pessoas não têm acesso à água potável no planeta, segundo dados da ONU. Outros 2.4 bilhões não têm saneamento básico. A combinação do dois índices é apontada com a causa de pelo menos 3 milhões de mortes todo ano. Um europeu consome em média entre 300 e 400 litros diariamente, um americano mais de 600 litros, enquanto um africano tem acesso a 20 ou 30 litros diários.
Um em cada seis habitantes da Terra não tem água potável para beber e dois em cada cinco não dispõem de acesso a saneamento básico.
Até 2050, quando 9,3 bilhões de pessoas devem habitar a Terra, entre 2 bilhões e 7 bilhões de pessoas não terão acesso à água de qualidade.
A fome no mundo, depois de recuar na primeira metade dos anos 90, voltou a crescer e já atinge cerca de 850 milhões de pessoas. A cada ano, entram nesse grupo mais 5 milhões de famintos.
A OMS (Organização Mundial da Saúde) estima que 160 mil pessoas estão morrendo por causa do aquecimento global, número que poderia dobrar até 2020 - contabilizando-se catástrofes naturais e doenças relacionadas a elas.
Além da morte, a desnutrição crônica também provoca a diminuição da visão, a apatia, a atrofia do crescimento e aumenta consideravelmente a susceptibilidade às doenças. As pessoas que sofrem de desnutrição grave ficam incapacitadas de funções até mesmo a um nível mais básico.
Muitas vezes, são necessários apenas alguns recursos simples para que os povos empobrecidos tenham capacidade de produzir alimentos de modo a se tornarem auto-suficientes. Estes recursos incluem sementes de boa qualidade, ferramentas adequadas e o acesso a água. Pequenas melhorias nas técnicas de cultivo e nos métodos de armazenamento de alimentos também são úteis..
Muitos peritos nas questões da fome acreditam que, fundamentalmente, a melhor maneira de reduzir a fome é através da educação. As pessoas instruídas têm uma maior capacidade para sair deste ciclo de pobreza que provoca a fome.
Fontes: Documentos internacionais, principalmente da ONU, UNICEF, OMS, FAO e UNAIDS.

Por: Marcio Demari / Diretor Presidente do Planeta Voluntários - Brasil

5 de abril de 2010

I Ciclo de Debates: Acessibilidade e acesso

Rede Entre Amigos realizará o I Ciclo de Debates - Acessibilidade e acesso: a informação como instrumento de emancipação

No dia 12 de abril de 2010, a Rede Entre Amigos, uma rede social de informação, realizará o I Ciclo de Debates - Acessibilidade e acesso: a informação como instrumento de emancipação, das 13h00 às 17h00, no Flower´s Garden Buffet, localizado à Rua Gualaxo, 285 - Paraíso, nesta Capital, para comemorar seus 12 anos de prestação de serviços, disseminando informações sobre as questões da deficiência.

A formação de uma rede social favorece o estabelecimento de parcerias, tornando-se a forma mais rápida e eficaz para fazer frente aos inúmeros desafios apresentados pela realidade brasileira, potencializando a capacidade de ampliação do raio de ação, no sentido de universalizar a assistência e ampliar o índice de cobertura.

Uma rede social de informação possibilita um alcance nacional, um aumento da mobilização da sociedade civil em relação às questões da deficiência e à transmissão de conhecimentos, alguns dos frutos que a Rede Entre Amigos, através de 30 organizações de renomado saber na área, espera alcançar, servindo como um instrumento ágil de repasse de informações e conhecimentos, visando a proporcionar às pessoas com deficiência, um instrumento de emancipação e cidadania.

Durante o I Ciclo de Debates, será lançado o novo Portal da Rede Entre Amigos, contemplando inovações conceituais e tecnológicas, com todos os recursos de acessibilidade digital, preconizados pela W3C, organismo internacional que regulamenta os princípios e normas de acessibilidade e usabilidade, que foi desenvolvido pela WEBGOAL, que doou seu tempo em forma de serviço, para proporcionar o mais completo acesso das pessoas com deficiência às informações de seu interesse.

Ainda haverá a assinatura de novas parcerias com mais doze prestigiadas e renomadas organizações públicas e privadas: a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Comissão Municipal dos Direitos Humanos, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho, Fundação Dorina Nowill, Associação de Assistência à Criança com Deficiência - AACD, Instituto MID, ADERE, Grupo Chaverin, Rede Atitude, INIS, Casa do Caminho, OAB Jabaquara. E, também se juntam à Rede Entre Amigos, os novos Conselheiros do Conselho Consultivo: Dra. Ana Rita de Paula, Vereadora Mara Gabrilli, Jornalista Lia Crespo, Consultor Romeu Sassaki e Dr. José Gregori.

Nesses 12 anos de serviços, a Rede Entre Amigos, rede social de informação que representa o Estado de São Paulo no Sistema Nacional de Informação - SICORDE/CORDE, Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, atendeu cerca de 10 mil pessoas e mais de 5 milhões e meio visitaram o site em busca de informações, que agora torna-se um portal de organizações públicas e privadas, trabalhando para promover a emancipação das pessoas com deficiência.

No ponto alto do evento estão as conferências ministradas com os temas: A informação na contemporaneidade: globalização, diversidade e emancipação das pessoas com deficiência e Parceria em rede: uma forma eficaz para fazer frente à universalização dos serviços.

Maiores informações e inscrição gratuita no portal da Rede Entre Amigos - www.entreamigos.org.br 

A Regulamentação da profissão de historiador

História em Debate: A Regulamentação da profissão de historiador.

A discussão em torno da regulamentação da profissão de historiador ganha novos capítulos em 2010 e promete mudar a atuação na área. Confira o texto abaixo e aproveite o especial do Café História sobre o tema

CONVERSA CAPPUCCINO
Senador conversa com o Café História sobre projeto de lei de sua autoria que pretende regulamentar a profissão de historiador no Brasil.
http://cafehistoria.ning.com/profile/ConversaCappuccino