6 de abril de 2010

Transporte Público, Criminalização dos Movimentos Sociais e Violência Policial

Abaixo a repressão e a ocultação dos fatos.

Nós, do comitê de luta pelo transporte público, viemos por meio desta demonstrar-lhes o sentimento de repulsa para com as autoridades políticas desta Cidade; estas são responsáveis por orquestrar a repressão policial na noite de 28/03/2010 após o show da cantora Pitty no bairro dos Pimentas, e a frustrada tentativa de ocultar dos cidadãos guarulhenses os fatos brutais cometidos pela subserviência policial.

A festa de 130 anos de emancipação política da cidade Guarulhos foi comemorada com bombas de efeito moral, gás de pimenta, balas de borracha e um hospital lotado de “convidados” gritando de dor sob as poças de sangue nos corredores.

Atitudes como estas nos remetem a tempos passados onde a liberdade de expressão nos era negada. Lamentamos que estes representantes da população guarulhense apóiem e  repitam atitudes deploráveis de violência desmedida contra a população. O comitê repudia todo tipo de violência e não se calará diante das forças que privam os direitos garantidos pela Constituição Brasileira de 1988.

Para que se resgate a dignidade humana de todos os agredidos pelas autoridades políticas e policias, o comitê de luta pelo transporte público, exige dos responsáveis pelo evento o pedido de desculpas pelo desrespeito aos direitos humanos. Que estes pedidos sejam formalizados nos meio comunicativos de que a Cidade dispõe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário