18 de junho de 2010

Debate: MST - As raízes paulistas do sindicalismo rural no Brasil

A semente foi plantada: as raízes paulistas do movimento sindical camponês no Brasil, 1924-1964, Editora Expressão Popular, São Paulo – 2010, livro de Clifford Andrew Welch, será o centro do debate no próximo dia 24 de junho, quinta-feira às 18h30, promovido pelo CEDEM – Centro de Documentação e Memória da UNESP.

O livro demonstra como os trabalhadores rurais e camponeses tiveram parte ativa na história social da época, colocando-se como sujeitos em contraposição à ausência que marca a historiografia do Brasil do século XX. Torna assim acessível aos leitores o mundo esquecido da militância do campesinato, sobretudo no Estado de São Paulo durante o chamado período "populista", entre 1945 e 1964. O autor, de forma sensível e crítica, utiliza entrevistas com participantes que viveram os acontecimentos destacando os aspectos subjetivos da militância, assim como as razões da força (e das limitações) dos seus movimentos.

Expositor:

- Clifford Andrew Welch
Doutor em História pela Duke University/EUA
Professor da UNIFESP/Campus de Guarulhos
Professor credenciado no PPG em Geografia/UNESP - Campus Presidente Prudente
Pesquisador do NERA e participante nos projetos da Cátedra UNESCO-UNESP.

Debatedores:
- Zilda Iokoi
Doutora em História Social – USP
Diretora do Laboratório de Estudos sobre a Intolerância - USP

- Neuri Rosseto
Graduado em Pedagogia na FUNDESTE – Chapecó/SC
Mestre em Ciências Sociais – PUC/SP
Membro da Coordenação Nacional do MST

Mediador:
- Bernadete de Castro
Doutora em Antropologia Social – USP
Professora da Cátedra UNESCO/UNESP
Professora do PPG em Geografia/UNESP – Campus de Rio Claro

PARTICIPE E CONVIDE OS SEUS AMIGOS!
Inscrições gratuitas c/ Sandra Santos pelo e-mail: ssantos@cedem.unesp.br
Data e horário: 24 de junho de 2010 (quinta-feira) às 18h30
Local: CEDEM/UNESP - Centro de Documentação e Memória
Praça da Sé, 108 - 1º andar - metrô Sé - (11) 3105 - 9903 - http://www.cedem.unesp.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário