12 de julho de 2010

Rolê no CCSP para acompanhar os premiados da Semana Paulistana de Curtas

Não pude acompanhar a semana Paulistana do Curta-Metragem da maneira que gostaria, como podem observar em uma das postagens anteriores aconteceu a festa de aniversário da Torcida Força Jovem do AD Guarulhos, bem acho que a quantidade de cerveja foi demais pra mim, além do fato da minha muleta estar quebrada o teor etílico de meu sangue me levou novamente ao chão, e com a queda, um nariz quebrado de lembrança, enfim, não pude acompanhar a mostra, porém no encerramento - exibição dos premiados - Eu, o Fucô, o Júlio e a Sara demos uma chegadinha lá pelas bandas do Paraíso para acompanhar a exibição dos curtas na Sala Lima Barreto do CCSP (Centro Cultural São Paulo) - ao lado da estação Vergueiro da linha Azul do Metrô - Cara, valeu a pena, só pelo fato de termos voltados para as terras dos maromomis comentando os filmes e o próprio Centro Cultural, o Fucô por exemplo odiou o curta "Bloco D" - que era um curta de terror, como o Júlio pode constatar na verdade o Fucô não suporta filmes de terror - detalhe, este foi um dos que mais gostei - a Sara preferiu o filme "Pedra Bruta" de Júlia Zakia - acho que pela viagem, sei lá, enfim, eu gostei de todos os filmes, especialmente destes três: "Maio", "Pão com Mortadela" e "Do Morro?" .
     Caso tenham a oportunidade de acompanhar uma destas ou qualquer destas obras fica aqui a recomendação do Blog, com a chancela de três amigos - execeto, no caso do Fucô, o Filme Bloco D.
     Segue abaixo a lista da premiação da Semana Paulistana de Curta-Metragem:

Dentre 156 curtas-metragens inscritos, 25 selecionados entre estes.
O Júri Oficial da Semana Paulistana do Curta-Metragem 2010, composto por LINA CHAMIE, KIKO MOLLICA e JULIANA ROJAS
Apresenta os curtas-metragens premiados, julgados dentre os seguintes critérios de premiação:

I - Qualidade Técnica do curta-metragem;
II - Contribuição para o aprimoramento da linguagem audiovisual;
III - Forma inovadora de apresentação de conteúdos de valor social, político, cultural e artístico.

Premiação:

1º lugar
"Avós" de Michael Wahrmann

2º lugar
"Pão com Mortadela" de Marcos Mello e Georgina Castro

3º lugar
"Do Morro?" de Mykaela Plotkin e Rafael Montenegro

Menções Honrosas:

"Maio" de Marcelo Mesquita
Por construir um universo sem palavras através da imagem.

"Laurita" de Roney Freitas
Pela delicadeza ao representar o invisível das relações e sentimentos.

"Pedra Bruta" de Júlia Zakia
Pela utilização experimental do som em busca de um discurso sensorial.

"Bloco D" de Vinícius Casimiro
Por trabalhar suspense e terror utilizando elementos visuais do gênero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário