16 de setembro de 2010

Moção do CAHIS da UNIFESP sobre a Praça “Emílio Garrastazu Médici”

Moção de apoio ao movimento pela mudança do nome da Praça “Emílio Garrastazu Médici” para Praça “Frei Tito de Alencar Lima” na cidade de Campinas, São Paulo.

Nós, estudantes do curso de História da Universidade Federal de São Paulo declaramos total apoio ao movimento que pede a alteração do nome da atual praça “Emílio Garrastazu Médici” localizada no campus um da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. O referido movimento solicita a alteração do nome da mesma para Praça “ Frei Tito de Alencar Lima”, uma vítima do regime ditatorial. Frei Tito teve sequelas mentais irreparáveis e se suicidou devido às torturas das quais foi vítima durante o regime militar de orientação fascista no Brasil do qual Garrastazu Médici foi um dos comandantes.
A relevância do tema está em demonstrar que a sociedade não aceita que os crimes cometidos durante este período nefasto de nossa história recente sejam esquecidos e, sobretudo, entendemos que o fato desta matéria estar na pauta da sociedade demonstra a necessidade de reflexão sobre os assuntos referentes ao período do regime militar, a urgência da abertura dos arquivos referentes ao período para a sociedade e o julgamento e prisão dos torturadores e agentes da repressão política no período.
Portanto, colocamo-nos decididamente ao lado dos que lutam para que a Praça “Emílio Garrastazu Médici” seja imediatamente renomeada para Praça “Frei Tito de Alencar Lima”.
Guarulhos, Setembro de 2010.

Centro Acadêmico de História da Universidade Federal de São Paulo
Gestão História em Movimento

Fonte: CAHIS - UNIFESP : http://cahisunifesp.wordpress.com/


Nenhum comentário:

Postar um comentário